Seguidores

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Meu voto, minha voz


A quem de tão revoltado está contra a política do país que ira votar em branco.
Não poderá reclamar depois.

Político honesto não há, e os poucos que ainda existem, nunca temos certeza de quem são. O jeito é votar no menos encardido, naquele que promete menos e realiza mais, algum político que roube menos, roubar todos irão, assaltam nossas casas e também a destroem, aqueles que já estiveram em nosso meio, já não passa mais por essas dificuldades, agora com certeza estão muito bem, e estarão melhor se votarmos neles.

Então para que perder tempo assistindo horário político? Para que se preocupar com que faz ou deixa de fazer os infelizes? Para que votar em um deles, se pode ir votar, sem votar em nenhum?

Porque somos cidadãos, que tal? E devemos nos preocupar com os próximos 4 anos de nosso país, teremos coragem de deixar esse país tão lindo na mão do pior dos políticos, do mais nojento rato? Vamos deixar que façam de nós o que bem entender? Eu tenho voz, eu grito, eu voto em algum, e depois poderei exigir o que nos deve, poderei jogar na cara, que ele não é nada sem o povo, que quem paga ele somos nós, e queremos atenção e cuidado na educação, na saúde de quem amamos, queremos ruas sem buracos, casas decentes, queremos crescer, desenvolver. Eu tenho voz, eu grito, mais meu grito não será ouvido sozinho, todos preocupados com a vida que ira levar daqui a 4 anos, gritando junto, estando unidos que podemos mudar ou ao menos melhorar algo depois, o país está em nossas mãos, nós juntos é que iremos escolher a mão que iremos passar, é a nossa escolha o nosso futuro. Pode ser ruim ou ser pior, e ser por milagre nem seja tão ruim.
Eu grito e você vai apenas reclamar mudo?

LaísLobo
28-04-2010


Nenhum comentário: